Grécia: Índice

IMG_7728a

Atenas

Atenas – Αθηνα: reconhecimento de terreno - Museu Arqueológico Nacional, Psiri, Monastiraki e Pláka.

Verdadeiros clássicos - Acrópole.

Devaneios privados em espaços públicos - Ágora Antiga e Romana, Monte Lycabettus, Teatro Dora Stratou

Raspa do tacho - Templo do Zeus Olímpico, Museu Benaki, Parlamento, Pláka.

Delfos

Delfos – Δελφοί ou A pitonisa leu o meu destino - Santuário de Apolo

Meteora

Meteora- Μετέωρα ou Cadê o sol que estava aqui? - Mosteiros Megalo Meteoron, Varlaam, Agias Triadas, Agios Stefanos.

Milos

Milos – Μήλος: A primeira ilha grega a gente não esquece - Pollonia, Papafragkas, Sarakiniko, Tripiti.

Vilarejos mil: fotopost - Klima, Firopotamos, Fourkovouni, Mandrakia, Plaka.

Para gostar de Milos - Passeio de barco, Sykia, Kleftiko.

Santorini

Santorini – Σαντορίνη: É tudo verdade - Oia.

No centro da caldeira - Passeio de barco pela caldeira.

Aqui, ali e em toda a ilha - Fira, praias, Ammoudi, vinícolas.

Mykonos

Mykonos – Μύκονος: …sem balada - Cidade de Mykonos.

No centro do mundo: Delos – Δήλος - Sítio arqueológico de Delos.

Um guarda-sol para chamar de meu - Platys Gialos, Paradise, Super Paradise, Ano Mera.

Rodes

Rodes – Ρόδος: Para voltar, um dia… - Introdução à ilha.

Perdida na cidade antiga - Cidade antiga de Rodes, Porto, Cidade Nova.

Despedida da Grécia: interior de Rodes - Lindos, vilarejos, Monolithos, Monte Attavyros.

Informações práticas

Grécia: Páginas Amarelas

Grécia: Páginas Amarelas

IMG_6306a

Abaixo estão compiladas as informações práticas sobre os destinos gregos visitados por este blog. Esta é uma lista dos serviços que foram testados e aprovados, inclusive indicações de blogs com material sobre a Grécia que valem o clique.

Época – A segunda semana de setembro foi uma boa escolha, especialmente pelo tempo quente, mas sem exageros: biquíni de dia, uma blusinha leve à noite.  A quantidade de visitantes diminui drasticamente com o final do mês de agosto e as ilhas estão menos abarrotadas. Mas isso também traz um ponto negativo, que é a diminuição da freqüência dos ferries entre as ilhas.

Transporte – O transporte mais comum para deslocamento entre as ilhas é o marítimo, mas por motivos de planejamento (e falta de informações confiáveis sobre os ferries e catamarãs), o avião foi o meio escolhido, apesar da necessidade de sempre se voltar a Atenas. As companhias utilizadas foram a Aegean e a Olympic (esta última está sob situação instável há algum tempo, para informações mais atualizadas consultar o Aquela Passagem.)

Para o pequeno trecho na Grécia continental, foi alugado um carro com a Safeway. As auto-estradas são boas e bem sinalizadas, enquanto as estradinhas regionais têm poucas pistas, muitas curvas e caminhões (mas, como é de praxe, passam pelas paisagens mais bonitas). As placas estão nos dois alfabetos (às vezes a placa no alfabeto latino vem depois da placa em grego), mas o aluguel do GPS é recomendado.

Em Atenas, os melhores meios de transporte são as próprias pernas e o metrô. As distâncias entre os principais pontos turísticos são pequenas. Para aqueles fora do circuito Monastiraki-Syntagma-Acropolis (como o Museu Arqueológico, por exemplo) ou para turistas cansados de bater perna, o metrô cobre bem. Recomendo também para ir ou voltar do aeroporto, caso o seu hotel esteja perto de alguma estação. Táxis somente se tiver alguma tendência masoquista :roll: (ou paciência para tentar achar um taxista bacana entre dezenas de outros mal-educados).

Nas ilhas o meio de transporte mais utilizado foi o carro e existem várias locadoras pequenas com preços bem camaradas. Motos também são uma opção para quem tem prática. Não testei transporte público nas ilhas, por ter lido em vários lugares sobre a inconstância dos mesmos.

Hotéis – Os hotéis escolhidos têm estilos, nível de conforto e preço bem variáveis, mas todos são bem recomendados por este blog, tendo boas críticas e ótimas posições no ranking do Trip Advisor.

- Atenas: Athens Gate - Hotel renovado, confortável, bem-localizado (nos limites de Pláka), grandes vistas.

- Delfos: Varonos - Um dos hotéis de gosto mais duvidoso onde já me hospedei, mas com atendimento extremamente gentil. Internet grátis, linda vista.

- Meteora: Archontiko Mesohori - Uma casa antiga de pedra toda renovada, confortável, mas com o mesmo senso de decoração do Varonos. Da varanda se vê as famosas rochas de Meteora.

- Milos: Villa Notos - Típica construção cicládica, quartos novíssimos e decorados discretamente, donos muito simpáticos. Em Adamas, no porto, mas num canto sossegado.

- Santorini: Atrina - ‘Hotel-caverna’ em Oia, muito bem decorado e mantido, com vista para a caldeira, piscina gostosa. Bem-localizado, próximo à entrada da vila e ao acesso de veículos.

- Mykonos: Vencia - Vista maravilhosa da cidade de Mykonos, logo abaixo. Renovado recentemente, decoração discreta, ótimo atendimento, piscina deliciosa e fotogênica.

- Rodes: Andreas – Hotel simples, mas com vários pontos positivos: atendimento gentilíssimo, localizado dentro da cidade antiga, em uma área tranqüila, sem turistas. Linda vista, especialmente do quarto mais alto, o meu escolhido.

Comer – Na Grécia, os restaurantes podem ter muitos nomes de acordo com a especialidade: taverna, psarotaverna, mezedopoleio, kafeneio…Mas o que realmente se percebe, é que a comida tem um certo padrão - as mesmas receitas em quase todos os restaurantes -, além de seguir uma linha mais substanciosa, rústica, sem grandes sofisticações.

Algumas presenças comuns nos cardápios: moussaka (torta de berinjela com carne moída e batata), souvlaki (espetinhos, em especial de carne de porco), salada grega (tomate, pepino, queijo feta, azeitonas, azeite e orégano), gyros (fatias de carne de porco no pão com iogurte e batatas fritas), cozidos de porco, cordeiro ou coelho, e mezés (entradas) – como saganaki (queijo frito), tzatziki (iogurte com pepino) ou skordalia (purê de batatas com alho, frio). Peixes e frutos do mar são a melhor escolha nas ilhas e é comum ir até a cozinha para escolher o seu exemplar e pesá-lo. É interessante também experimentar as especialidades de cada ilha…e não se cansar de tomar muito iogurte com mel, uma grande maravilha grega  :-D

Alguns restaurantes:

- Atenas: Palia Taverna tou Psara, Diogenes, restaurantes da área de Psiri.

- Delfos: To Patriko Mas

- Milos: Flisbos, Ta Glaronisia

- Santorini: 1800, Sphinx, Pelekanos, tavernas de Ammoudi

- Mykonos: La Maison de Catherine

- Rodes: Nireas e Marco Polo

Compras – Uma vez na Grécia, difícil escapar das lojinhas básicas de suvenires: cópias de vasos gregos antigos, miniaturas de monumentos, camisetas…tudo o que se pode imaginar e mais um pouco. O bairro de Pláka, em Atenas, é o paraíso dos que se divertem com compras. A 25 de março ateniense está em Monastiraki, no mercado de pulgas. Marcas internacionais são encontradas facilmente no centro da capital, em Santorini e em Mykonos.

O famoso olho grego pode ser encontrado em qualquer canto do país.  Jóias estão sempre presentes em Atenas e em Santorini. Grande variedade de lindos (e pesados) livros sobre a Grécia na Eleftheroudakis, em Atenas. Mais leves e tão lindos quanto são os postais com fotos do Georges Meis. Acabei pegando a mania de procurar por modelos diferentes onde quer que eu fosse.

Guias – Com medo de faltar, levei dois: o Lonely Planet e o Guia Visual da Folha. (Mas o LP é sempre o meu querido, não tem jeito.)

                          lp greek islands    gvgreek

Outras viagens – Vários blogueiros estiveram na Grécia também e podem complementar com mais informações e outros destinos dentro da Grécia.

- Fatos & Fotos: Santorini

- Turomaquia: Atenas, Meteora, Delfos, Santorini, Creta e mais a telenovela Kalon :mrgreen:

- Arquivo de Viagens: Samos, Patmos, Santorini, Peloponeso

- À Francesa: Santorini, Naxos, Koufounissi

- Wazari: Atenas, Mykonos, Santorini

- Inquietos: Santorini

- Para viageiros:  Atenas, Santorini, Zakynthos

- Carrossel de Sonhos: Atenas, Santorini, Mykonos

E, claro, sem esquecer da seção Grécia do Viaje na Viagem e do especializadíssimo Guia Grécia, do gentil Décio, que deu dicas importantíssimas para esta viagem.